TODO MATERIAL POSTADO EM MEU BLOG É DE CONTEÚDO PESQUISADO NA INTERNET OU DE AMIGOS QUE ME ENVIAM, AO QUAL SOU SEMPRE AGRADECIDO.
POUCAS VEZES CRIEI ALGO PARA COLOCAR NO BLOG.
O MEU SENTIMENTO É O DE UM GARIMPEIRO, QUE BUSCA DIAMANTES, E QUANDO ENCONTRA NÃO CONSEGUE GUARDAR PARA SI.

09/07/09

DIA DA REVOLUÇÃO E DO SOLDADO CONSTITUCIONALISTA


Estive conversando com pessoas muito próximas que não aceitam a idéia de feriados como o Dia da revolução e do soldado constitucionalista.
Bem estávamos quase chegando à conclusão que feriado mesmo só é bom ainda mais quando prolongado para um bom descanso....

A questão em mim fica porque para alguns os feriados religiosos lhes tem sentido e os civis não.
Fiquei curioso, o que significa esse dia?

Uma boa pesquisa na wikipédia e encontro...
Muitas mortes... guerra só serve para sofrimento, e para acobertar interesses escusos...alguém sempre sai lucrando e quem sofre é sempre o povo.
No final da história somente o estado de São Paulo é quem o guarda... ou descansam...
SERIA UM DIA INTERESSANTE PARA SE REFLETIR...
QUALQUER TIPO DE VIOLÊNCIA É SEMPRE DE MUITA, MUITA ESTUPIDEZ.

A Revolução Constitucionalista de 1932, Revolução de 1932 ou Guerra Paulista, foi o movimento armado ocorrido no Brasil entre os meses de julho e outubro de 1932, foi a malfadada tentativa do Estado de São Paulo de derrubar o Governo Provisório de Getúlio Vargas e a promulgar uma nova constituição para o Brasil.
Foi uma resposta paulista à Revolução de 1930, a qual acabou com a autonomia que os estados gozavam durante a vigência da Constituição de 1891. A revolução de 1930 impediu a posse do governador de São Paulo Júlio Prestes na presidência da República e derrubou do poder o presidente Washington Luís, que fora governador de São Paulo de 1920 a 1924, colocando fim à República Velha.
Atualmente, mesmo tendo os paulistas perdido o conflito, o dia 9 de julho que marca o início da Revolução de 1932, é a data cívica mais importante do estado de São Paulo e feriado estadual. Os paulistas consideram a Revolução de 1932 como sendo o maior movimento cívico de sua história.
Foi a primeira grande revolta contra o governo de Getúlio Vargas e o último grande conflito armado ocorrido no Brasil.
No total, foram 87 dias de combates, (de 9 de julho a 4 de outubro de 1932 - sendo o último dois dias depois da rendição paulista), com um saldo oficial de 934 mortos, embora estimativas, não oficiais, reportem até 2.200 mortos, sendo que inúmeras cidades do interior do estado de São Paulo sofreram danos devido aos combates.
Nenhum dos objetivos paulistas foram atingidos. Mesmo não tendo nenhuma relação com a revolução de 32, dois anos após, uma nova constituição foi promulgada, a Constituição de 1934.

Para saber mais LINK Revolução Constitucionalista de 1932




Veja também sobre M.M.D.C

Um comentário:

SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.

VÁRIOS CURSO SOBRE EDUCAÇÃO