TODO MATERIAL POSTADO EM MEU BLOG É DE CONTEÚDO PESQUISADO NA INTERNET OU DE AMIGOS QUE ME ENVIAM, AO QUAL SOU SEMPRE AGRADECIDO.
POUCAS VEZES CRIEI ALGO PARA COLOCAR NO BLOG.
O MEU SENTIMENTO É O DE UM GARIMPEIRO, QUE BUSCA DIAMANTES, E QUANDO ENCONTRA NÃO CONSEGUE GUARDAR PARA SI.

15/12/2012

NÃO ESTAMOS PREPARADOS PARA A GENIALIDADE



Giovanni Ferreira é um exemplo de como pode ser difícil a vida de um superdotado.

Filho de pais com baixa escolaridade, nascido no interior de Minas Gerais, ele não só era chamado de deficiente mental pelos seus professores como, com freqüência, era punido por seu comportamento.

Quando os castigos já não funcionavam, Giovanni foi encaminhado para internação psiquiátrica e foi aí que perceberam que seu único problema era ter uma inteligência muito acima da média -e essa era a razão da dificuldade de lidar com a rotina escolar.


"Na escola, eu sempre tive de fingir."Aos oito anos, montou uma estação de rádio de ondas curtas e tornou-se um radioamador -apenas lendo um manual da Marinha dos Estados Unidos, depois de ter aprendido inglês lendo uns poucos livros e ouvindo a BBC.

Veio para São Paulo, passou com alta pontuação no vestibular da USP e poderia entrar em qualquer curso, inclusive medicina. Preferiu pedagogia e muitos voltaram a dizer que Giovani deveria ser mesmo desequilibrado.

Como sempre adorou informática, criou, logo no primeiro semestre do curso, um método de leitura em braille pela internet, adotado pela Unesco.

Nem com todas as conquistas se sentia acolhido em sala de aula. "As pessoas acham que os superdotados vão se dar bem na vida, mas a maioria se deprime com a incompreensão."

Essa depressão significa, muitas vezes, drogas e violência. Um sinal da incompreensão é a burocracia para que ele tire seu diploma na graduação.

Não conseguia freqüentar com assiduidade. Precisava, por exemplo, ir às aulas sobre o método braille, que queria conhecer melhor apesar de já ter feito a invenção na rede.

Por causa das faltas, o diploma não sai.

Nem o interesse da pós-graduação da Escola Politécnica da USP em atraí-lo diminui as dificuldades de ordem burocrática.

Um comentário:

  1. Triste realidade a da educação e da burocracia no brasil

    ResponderExcluir

SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.

VÁRIOS CURSO SOBRE EDUCAÇÃO