TODO MATERIAL POSTADO EM MEU BLOG É DE CONTEÚDO PESQUISADO NA INTERNET OU DE AMIGOS QUE ME ENVIAM, AO QUAL SOU SEMPRE AGRADECIDO.
POUCAS VEZES CRIEI ALGO PARA COLOCAR NO BLOG.
O MEU SENTIMENTO É O DE UM GARIMPEIRO, QUE BUSCA DIAMANTES, E QUANDO ENCONTRA NÃO CONSEGUE GUARDAR PARA SI.

04/07/2009

NASCIDO EM 4 DE JULHO


Massapequa, Long Island, 1967 - Ron Kovic é um jovem idealista e cheio de sonhos, de 18 anos. Desde os 7 anos, quando Donna, sua coleguinha de escola, lhe deu seu primeiro beijo na boca, que ele é por ela apaixonado, sendo inteiramente correspondido. Agora, quando ambos acabam de concluir seu curso secundário, Donna prepara-se para cursar a Universidade de Syracuse, enquanto ele alista-se no Grupo de Fuzileiros Navais, a fim de defender o País na Guerra do Vietnã.

Depois de alguns meses de treinamento, embarca para o front. Uma vez lá, quando seu pelotão avança cuidadosamente por uma praia próxima ao Rio Cua Viet, avistam uma aldeia vietnamita e, depois de abrirem fogo contra a mesma, seus soldados descobrem que acabam de fazer inúmeras vítimas civis, principalmente mulheres, idosos e crianças.

Abalados com o ocorrido, eles se retiram do local e são fortemente atacados pelo inimigo. Nesse confronto, pensando tratar-se de um soldado vietnamita, Ron mata seu colega de pelotão, William Wilson. Na primeira oportunidade, ele procura seu superior, a quem conta o lamentável incidente. Este reconhece o engano e ordena-lhe que volte para a frente de combate. Num novo ataque das tropas vietnamitas, em janeiro de 1968, Ron é gravemente ferido. No hospital de campanha, chega a receber a extrema-unção.



Baseado no livro autobiográfico de Ron Kovic, "Nascido em 4 de Julho" é um excelente filme. Realizado pelo cineasta nova-iorquino Oliver Stone, a história segue Kovic desde seus sete anos, com seus sonhos de criança, passando por uma adolescência marcada pelo seu idealismo, o que faz com que se aliste no Corpo de Fuzileiros Navais e siga para o front da Guerra da Coréia, retornando amargurado como paraplégico e, finalmente, dando a volta por cima como escritor e defensor da paz.

Stone nos brinda com um magnífico trabalho de direção, além de participar da elaboração do roteiro, ao lado do próprio Kovik, da produção e como ator, ao fazer uma ponta no papel de um repórter. A fotografia de Robert Richardson e a música de John Williams são dois outros quesitos que merecem ser destacados.

Juntamente com "Amargo Regresso", de 1978, "Nascido em 4 de Julho" talvez seja o melhor filme anti-guerra desde "Sem Novidades no Front", de 1930. A mensagem que passa e que faz pensar, é que a guerra não é motivo de celebração ou de orgulho nacional. Na melhor das hipóteses, é um mal necessário a um custo absurdo, envolvendo pesadas perdas de vidas de uma geração.

São inúmeros seus momentos marcantes como, por exemplo, a seqüência em que Kovic confessa para os Wilsons que fora ele o responsável pela morte do filho deles, ou aquelas que mostram a forma violenta com que o governo Nixon tratava aqueles que protestavam contra a Guerra do Vietnã.

Ron Kovic, em pessoa, aparece no filme como um dos deficientes que participam de uma das manifestações realizadas contra o Governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.

VÁRIOS CURSO SOBRE EDUCAÇÃO